Dia desses, na CAZA Z, presenciei uma discussão sobre um velho tema: o que é melhor, cortina ou persiana? Um cliente iria substituir a cortina da sala e queria uma opinião. São alguns os fatores a serem considerados nesta escolha. Lembrei-me de uma boa reportagem do Bom Dia SP sobre esta questão e resolvi resgatá-la para mostrar para vocês. Aqui está:

Para escolher as cortinas para a sua casa, Oswaldo pensou no sofrimento da mãe na antiga casa em que moravam. "A casa era grande, era muita cortina, todo mundo tirando cortina, lavando cortina, secando cortina... Eu falei, não, isso não dá. A escolha da praticidade é fundamental." Ele instalou cortinas que imitam o sistema de persianas. São fáceis de limpar.

Antigamente, as cortinas eram imponentes, mesmo, cheias de tecido. Até Scarlett O'hara, do filme "E o vendo levou", aproveitou as cortinas pesadas, de veludo verde, para fazer um vestido longo, com franjas e tudo. Mas hoje, menos é mais.

Nesta loja, as cortinas que mais saem são bem simples: a cortina prega americana e a cortina rolô. Só que o mercado oferece muitas opções.

Se você optar por uma cortina de tecido, pode ser com varões ou trilhos. Neste caso, eles podem ficar escondidos atrás de um acabamento de gesso. Se a cortina for para a sala, é mais elegante ir até o chão. Mas, se ficar no quarto, na cozinha ou sobre algum móvel, aí pode ser mais curta.

Já as persianas horizontais não precisam seguir esta regra. Só precisam ser um pouco maiores que a janela ou ficar na parte de dentro dos batentes. E para não se perder na hora da escolha, é bom saber se você quer um ambiente claro ou totalmente escuro. Também tem que pensar na cor dos móveis e das paredes para decidir o tom.

Como tudo na vida, cortinas e persianas também têm prós e contras. As cortinas de tecido trazem mais aconchego, oferecem muitas opções de textutas e cores e podem bloquear totalmente a luz. Mas precisam de manutenção e podem encolher, se não lavadas corretamente.

As persianas protege as cores dos móveis e pisos, mesmo deixando o ambiente com luz natural. Alguns modelos ainda diminuem o calor do cômodo e até o barulho que vem de fora. Mas elas não bloqueiam totalmente a luz e geralmente são mais caras.

Para quem está disposto a investir mesmo na praticidade, hoje é possível abrir e fechar cortinas e persianas sem levantar da cadeira. É que existem cortinas motorizadas, que funcionam com controle remoto. Mas é claro que, com todo esse conforto, o preço também sobe. O valor aumenta de 30 a 50%.

Temos que observar o estilo de vida de cada um, inclusive, cortinas e persianas podem ocupar o mesmo ambiente. Por que em uma sala não pode haver uma persiana com dois chales de tecido, por exemplo, até para dar um fechamento, para dar um charme.

O que é legal levar em consideração? Por exemplo, quem tem um animal de estimação e tem um ambiente entre sala e varanda, a persiana é uma boa escolha porque você pode deixá-la levantada, permitindo que o animal circule entre um ambiente e outro.

Para quem tem criança, também, o tipo de tecido e a facilidade de manutenção e limpeza têm que ser levados em consideração.

A persiana vai durar de seis a oito anos, mais ou menos. Agora, é claro que se você cuidar direitinho, você segue com ela.

As cores da cortina influenciam na temperatura e no aconchego do ambiente. É importante, na hora de definir a cor, lembrar de tudo que você está trabalhando, o seu sofá, a sua almofada, o seu piso, para que não fique um ambiente muito escuro e você tenha que reforçar a sua iluminação e consequentemente deixar o ambiente mais quente.

Cortinas Sob Medida Z
(11) 2364-8467 WhatsApp: (11) 99416-7264
Demanda Marketing Digital: Sua Demanda Sob Medida